Vem aí a 16.a Clínica de Pilotos e Instrutores ABP em São José dos Campos - SP

26/05/2010 - Publicado por: Azeite - Categoria: Geral - Tags:

 


Data: 02 a 04 de Julho de 2010
Horário: 07h00
Local:  Parque Tecnológico de São José dos Campos - Centro de Eventos
          Rodovia Presidente Dutra, Km 137,8 – Eugênio de Melo

 



Exibir mapa ampliado




A Capital do Avião vai se transformar na Capital do Parapente...

São José dos Campos tem o vôo em seu DNA.

Conhecida como a Capital do Avião, a cidade localizada no Vale do Paraíba é um pólo de alta tecnologia, berço da indústria aeronáutica/aeroespacial brasileira (sede da Embraer, CTA, ITA, Avibras, etc) e vai sediar a 16.a edição da Clínica de Pilotos e Instrutores ABP nos dias 02, 03 e 04 de Julho de 2010.

Sua localização privilegiada permite o fácil acesso dos participantes de SP, RJ, MG e de todo Brasil devido à proximidade com os principais aeroportos de SP – Congonhas, Cumbica (Guarulhos) e Viracopos (Campinas) e também ao grande número de rodovias que cortam o município.

Venha participar desse grande evento onde todos nós aprendemos e evoluímos mais.

A evolução do parapente no Brasil passa obrigatoriamente pela profissionalização dos instrutores e escolas, e a Clínica ABP tem papel fundamental nesta missão.

Palestras com grandes nomes do esporte como Ary Pradi, Kurt Stoeterau, Sivuka, Zulu da Sol, Junior CB, André Ramponi, Claudio Consolo, Benito Ferrara, Junie Penna, Capitão Baum e Sgto Silas do SRPV-SP, Ivo Borges, Arthur Lewis e muitos outros.

Nesta edição teremos ainda a apresentação da reestruturação da CEA – Comissão de Estudos de Acidentes, que agora passa a se chamar CEPEA – Comissão de Estudos e Prevenção de Acidentes, um projeto da ABP para investigar e prevenir acidentes na prática do parapente.

A Clínica ABP agora tem um novo sistema de funcionamento: visando atender a grande demanda de pilotos que querem participar do evento, mas não têm interesse direto em instrução, desenvolvemos um novo sistema onde o participante pode optar ao que mais lhe agradar: Módulo Piloto e Módulo Instrução.

Módulo Piloto: este módulo é destinado ao participante que quer aprender e debater seus pontos de vista, mas que não tem interesse em ser Instrutor. E, como este grupo aumenta a cada evento, resolvemos criar este módulo mais adequado a realidade destes pilotos. Neste módulo você assiste às palestras mais importantes junto com os instrutores e ainda tem atividades externas no período da tarde.

Veja algumas das palestras que serão apresentadas:

Meteorologia e Aerologia
Técnicas de Vôo em Competição
Uso de Instrumentos
Legislação Desportiva
Materiais e Manutenção
A Empresa Escola
Uso do Espaço Aéreo 

Investimento Módulo Piloto: R$ 300,00* (pagos em 3 boletos para Abril/Maio/Junho)
*Não estão inclusas despesas de hospedagem, transporte e alimentação (coffe-breaks inclusos)


Módulo Instrução: este módulo é destinado aos que querem se aprofundar no assunto instrução, não importando seu tempo de vôo. Neste módulo trataremos de assuntos pontuais sobre didática e outros aspectos específicos relacionados ao ensino do parapente. Neste módulo não há previsão da realização de vôos, pois a carga horária é mais elevada e há um número maior de palestras e debates.

Veja algumas palestras que serão apresentadas:

A Empresa Escola
Ética e Segurança
Legislação Esportiva
Didática de Ensino
Programação Neurolingüística
Uso do Espaço Aéreo
Legislação Esportiva
Técnicas e Práticas de Ensino
Materiais, Manutenção e Equipamentos
SIV na Instrução
A Empresa Escola
Marketing para Escolas

Investimento Módulo Instrução: R$ 400,00* (pagos em 3 boletos para Abril/Maio/Junho)
*Não estão inclusas despesas de hospedagem, transporte e alimentação (coffe-breaks inclusos)

 


Inscrições: www.abp.esp.br

Links para Consulta:

http://www.turismo.sjc.sp.gov.br/

http://viajeaqui.abril.com.br/guia4rodas/cidade/sao-jose-dos-campos/

http://www.sjc.sp.gov.br/

http://pt.wikipedia.org/wiki/São_José_dos_Campos


Distâncias de São José dos Campos:

São Paulo             91 km           Andradas              231 km
Rio de Janeiro     334 km           Sta Rita Sapucaí    134 km
Belo Horizonte    530 km            São Lourenço        207 km
Florianópolis       795 km           Cambuí                 130 km
Porto Alegre      1206 km           Santos                 166 km
Atibaia                 92 km           São Vicente          169 km
Campinas           147 km           Pico Agudo             70 km
Caraguatatuba      83 km           Pedra do Baú         90 km


Rodovias de Acesso

BR 116 - Rodovia Presidente Dutra atendendo as cidades do eixo São Paulo - Rio

SP 50 - Estrada Velha São José dos Campos a Campos do Jordão - ligando também ao Sul de Minas São José dos Campos 216 - Joanópolis (extensão do SP-36)

SP 99 - Rodovia dos Tamoios - interligando São José dos Campos ao Litoral Norte

SP 70 - Carvalho Pinto - atendendo as cidades do eixo Região Metropolitana de São Paulo - Vale do Paraíba, fazendo conexão com a Rodovia dos Tamoios

SP 65 - Dom Pedro I - interligando o Vale do Paraíba à Campinas e interior do Estado.


Como chegar - Vias Aéreas – Aeroporto de SJC

TEAM - Tel: (12) 3946-3070
Vôos: SJC para Rio de Janeiro (Santos Dumont) - saída 14h30
Rio de Janeiro para SJC - saída 13h10
Freqüência: Segunda à sexta - feira

TRIP - Tel: (12) 3946-3055
Vôos: SJC para Rio de Janeiro (Santos Dumont) - saída 06h15
Rio de Janeiro para SJC - saída 21h25
Segunda à sexta-feira.

São José dos Campos à Belo Horizonte (Pampulha)
Vôos: SJC para Belo Horizonte - 07h00 (sábado)
Belo Horizonte SJC - 20h00 (domingo)
Freqüência: Todos os sábados 


Hotel Oficial Hospedagem do Staff

Faro Hotel
Rua República do Iraque, 25 - Jd. Oswaldo Cruz
CEP:12.216-540 - São José dos Campos - SP - Brasil
Tel.:+55(12)3512-9600
www.farohotel.com.br

 


O tarifário para os participantes será conforme segue:
Diárias incluem Café da Manhã - Estacionamento - Internet Wi-fi e Cabo - Business Center

Diferenciais dos apartamentos:

 

Piso de madeira;Internet wi-fi e a cabo;TV LCD;TV digital (incluindo canais como: NHK, CNN, Sport TV e outros);Ar-condicionado Split com controle remoto;Frigobar;Secador de cabelo;Mesa de trabalho;Enxoval 200 fios;Cortina com “blackout”;Aparelho telefônico;Fechadura eletrônica;Cofre digital.
Quarto StandardSingle - R$ 105,00Duplo - R$ 126,00 (somente cama casal)
Quarto SuperiorSingle - R$ 119,00Duplo - R$ 140,00 
Quarto LuxoSingle - R$ 147,00Duplo - R$ 161,00 

* As diárias sofrerão acréscimo de 5% de ISS
* Consulte o hotel para confirmar preços e reservas.
* Podem ocorrer mudanças nos valores a qualquer momento sem prévio aviso.


Currículo de alguns palestrantes: 

Kurt Stoeterau, 42 anos, está no voo desde 1987. Instrutor desde 1992, criou os primeiros cursos avançados de meteorologia, aerodinâmica e aerologia no Brasil (primeira turma em 1994, mais de 55 turmas ministradas, aproximadamente 1.000 pilotos). Foi fabricante de asa-delta (Pró Delta -1993). No parapente desde 1998, contribuiu com sua experiência, conhecimentos técnicos e pedagógicos para a escola Ventomania (2000 a 2002) . É autor dos livros: Voando com Ciência Voando com consciência, e Manual do Parapente Obediente, e dos vídeos “Meteorologia básica” e “Meteorologia aplicada ao voo livre”.

Palestrante (meteorologia, aerodinâmica, aerologia) no primeiro Congresso Mundial de Parapente 2005- Braga/Portugal. Palestrante em todas as clínicas ABP realizadas até hoje, bem como colaborador e consultor técnico da mesma. Fundador e instrutor das escolas de pilotagem avançada Piloto Safo e Parapente Obediente, que desde 2004 atenderam a mais de 150 turmas, aproximadamente 1000 pilotos.


Wanderlei Júnior "CB": O apelido CB foi recebido em 1995 após um passeio dentro de um CB em Governador Valadares que culminou com uma descida de reserva sobre a cidade.  Idade: 35 anos - Piloto desde 1995 . Estudei TPD, Relações Públicas, Jornalismo e Gestão Financeira e Tributária.

Histórico:
- Especialista em vôos de XCountry, tendo desbravado rotas importantes em MG, GO e DF;
- Criador do 1o Rally de XC virtual do Brasil, o Rally XCB;
- Participante de competições locais, estaduais, regionais, nacionais e open pelo Brasil, desde 1996, tendo inclusive voado a 1a prova com marcação virtual do mundo, realizada em Araxá-MG;
- Especialista em equipamentos integrados para XC e competição, tendo sido parceiro da Flytec no Brasil (inclusive fazendo a tradução oficial de seus equipamentos para o português) e atualmente parceiro da Aircotec Eletrônicos;
- Especialista em S2F e outros métodos para maximização de performance no XCountry;
- Cursos feitos: Instabilidade Atmosférica e Meteorologia;- Colaborador da revista Air desde a 1a edição até a sua extinção, a convite do editor, responsável pela coluna técnica XCountry;
- Instrutor e Checador para: Pilotos Solo, Pilotos de Duplo e Instrutores;
- Instrutor de vôos XCountry desde 2001 com especialidade em efeciência e produtividade através da sistematização de postura em vôo;
- Parceiro da SOL Paragliders desde 2000 (exclusivamente);


André Ferretti Ramponi: Começou a voar de ssa delta em 1989 e em 1990 iniciou no parapente, em 1994 começou a ensinar amigos a voar e a partir do inicio de 1995 se profissionalizou como instrutor de Parapente, começou a se aperfeiçoar em uma nova didática e novas técnicas de ensino que fossem não só mais rápidas mas também mais seguras para o aluno, até hoje vem se especializando cada vez mais em didática de ensino, já fez parte da diretoria técnica da Federação Paulista de Vôo livre, hoje é instrutor em 2 escolas de parapente, ministra palestras em clínicas de formação de instrutores, gestor, checador e examinador da ABP, responsável técnico pelas provas da ABP.

 


Ary Pradi: empresário, 43 anos, com formação técnico em metalurgia e materiais, superior em computação, administração de empresas com especialização na Alemanha, e pós-graduado em Comunicação Integrada de Marketing. Iniciou no vôo-livre na asa delta em 1983 (até 1992) e no parapente em 1989. Em 1991 fundou a SOL Paragliders e desde então tem se dedicado exclusivamente à empresa, numa trajetória de muito trabalho e sucesso, culminando com a conquista de vários títulos nacionais e internacionais, entre eles os recordes mundiais de distância (masculino e feminino) e também na modalidade Acro com 3 títulos mundiais, tornando-se referência mundial em excelência de qualidade e performance.
Junie Penna: 36 anos, Servidor Público Federal, atua na área de capacitação e facilitação de aprendizado de adultos desde 2002. É Formador e orientador para capacitação de adultos pela UFSC.

Atuou com Instrutor nos seguintes órgãos, dentre outros: Programa de Proteção a vítimas e testemunhas ameaçadas da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI), Ministério Público de Minas Gerais, Tribunal de Justiça do Distrito Federal, Polícia Militar de Minas Gerais, Polícia Civil de Minas Gerais, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, aperfeiçoamento de Oficiais do Exército Brasileiro, da Marinha do Brasil e de Nações Amigas. Participou da formação, capacitação e especialização de mais de 3.000 pessoas.  Piloto de parapente desde 1995, acredita nos valores positivos ligados ao voo livre e em fazer o bem onde lhe seja permitido fazê-lo.


Cláudio Consolo:

Presidente da Associação Brasileira de Parapente- ABP 2002 – 2009
Presidente da Federação Paulista de Vôo Livre – FPVL 1999 – 2002
Atualmente praticante de Parapente, Montanhismo e Kite Bug - ex-PQD
Membro da Comissão de Esportes de Aventura do Ministério do Esporte.
Delegado e Palestrante da Primeira Conferencia Nacional do Esporte.
Delegado da Segunda Conferência Nacional do Esporte.
Responsável pelo Desenvolvimento e Estruturação do Sistema de Administração Esportivo da ABP.
Ministrou aulas de Legislação Aplicada ao Turismo no Curso Superior de Tecnologia em Turismo do Centro Superior de Educação Tecnológica em Hotelaria, Gastronomia e Turismo de São Paulo.
Convidado a palestrar para a Comissão Especial do Projeto de Lei do Estatuto do Desporto da Câmara dos Deputados sobre desporto não-Olímpico.
Autor de emendas ao Projeto de Lei do Estatuto do Desporto, apresentadas pela então Deputada Mariângela Duarte.
Responsável pela produção de Lei Municipal regulamentando a exploração de vôos duplos em parapentes no Município de Balneário Comburiu.
Pós Graduando “latu sensu” em Direito Tributário pelo Centro de Extensão Universitária de São Paulo


Silvio Carlos Ambrosini, o instrutor Sivuca,  é um dos mais antigos e experientes pilotos do Brasil. Começou a voar em 1990, tornando-se um piloto mais assíduo a partir de 1993 quando retornou ao Brasil após viver nos EUA por cerca de um ano.

Em 1995 fundou a escola Ventomania, desenvolvendo um inovador método de ensino. A partir de 1996 passou a ministrar cursos de segurança (SIV).

Assim, a metodologia de ensino das manobras, toda a estrutura de compreensão dos movimentos dinâmicos, a ênfase na pilotagem ativa e nos movimentos pendulares, tudo isto foi inteiramente criado pelo Sivuca, que sempre se utilizou dos conhecimentos adquiridos na sua assiduidade em participação de todas as etapas dos campeonatos brasileiros desde 1994, inclusive duas etapas do PWC e do Mundial na Austria em 1999 e das experiências com a acrobacia. 

Sua participação em campeonatos foi uma garantia de permanente atualização e contato com os melhores pilotos do mundo, como além dos mencionados, Andy Heddiger, Robbie Withall, Bruce Goldsmith, Mike Kung, Tony Bender, Armin Eder, See Young, Pablo Lopez, (este fez modificações em seus cursos adaptando-os à metodologia do Sivuca que segundo ele "era sua cara"), Raul Rodriguez, Hernan Pitocco e outros. 

O Sivuca é um professor. Ele criou o método de ensino com o qual trabalha até hoje e chamou-o "educação do pensamento". Isto foi possível baseado no seu grande interesse pelo tema Didática e metodologia de ensino, pois ele já era um instrutor mesmo antes de conhecer o vôo livre, tendo sido encarregado de produção em uma empresa onde treinava os funcionários e posteriormente, coordenador pedagógico na rede de escolas de inglês CNA onde treinava professores e ministrava palestras sobre técnicas de ensino de inglês. Seu método baseia-se em despertar a capacidade de compreensão dos alunos através da explosão da estrutura dos exercícios em células motivacionais intermediárias. 

Em seus cursos, o Sivuca não formou apenas grandes pilotos, mas também grandes instrutores que mais tarde tornaram-se instrutores SIV, como o Lupatini e o Kurt Stoeterau,

Este se juntou a Ventomania em 2002 como instrutor de asa e monitor de parapente, identificou-se com nossa metodologia e tornou-se instrutor de parapente nível básico a partir de 2002.

Desde então o Sivuca vem organizando e ministrando o SIV, agora com o nome CSS tendo formado algumas centenas de alunos. O conhecimento do Sivuca nas mais diversas áreas de nosso esporte o tornou um profissional bastante requisitado pelos órgãos reguladores do esporte tanto em âmbito estadual quanto nacional para ministrar palestras sobre os mais variados assuntos, indo desde didática e técnicas de ensino do parapente até meteorologia, aerodinâmica, técnicas de pilotagem, etc.

Vários textos seus foram publicados no livro Parapente Brasil de Rodrigo Stulzer em 2002.

Também é colunista das antigas revistas Air Time e Sky (que mais tarde deram origem à atual revista AIR), foi conselheiro técnico da Federação Paulista de Vôo Livre ajudando na criação da parte técnica do atual RBHA-104 de autoria de Cláudio Consolo; atual conselheiro técnico da Associação Brasileira de Parapente.

Cronologia:

1990 entrada no esporte
1991 viaja para os EUA
1993 retorna ao Brasil retornando para o cenário do esporte
1993 participa de seu primeiro campeonato em Governador Valadares.
1994 participa do primeiro SIV no Brasil
1995 funda a Ventomania
1996 inicia a instrução SIV por um instrutor brasileiro no Brasil
1997 e 1998 colocado entre os 10 pilotos do ranking nacional
1998 o primeiro brasileiro a realizar um looping
1998 participa do PWC em Governador Valadares.
1999 bate seu recorde de distância pessoal voando 144, 155 e 166km sucessivamente em Quixadá - CE.
1999 colocado entre os 5 pilotos do ranking nacional
1999 participa do mundial de parapente na Austria
2000 colocado entre os 5 primeiros no ranking nacional.
2001 vencedor da segunda etapa do campeonato Brasileiro de parapente em 2001.
2002 o primeiro brasileiro a realizar a manobra SAT.
2003 cria o formato SIV VIP com apenas 4 participantes.
2005 a Ventomania faz 10 anos.
2006 participa do primeiro campeonato brasileiro de acrobacia em parapente.
2007 termina de escrever seu livro "Voando de Parapente"
2007 Participa da segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Parapente, divertindo-se a valer e fazendo altos voos.
2007 Lança seu livro, "Voando de Parapente", um grande sucesso.
2008 Cria o CSS - Curso de Segurança do Sivuca, com novo pensamento e novo formato.
2009 Bate seu velho recorde de distância pessoal de 1999, voando 187 km no sertão da Bahia.







ABP - Associação Brasileira de Parapente - Copyright 2019 © Todos os direitos reservados.

Runtime Sistemas